Tribunal decide : Viagem de turismo encurtada em dois dias dá direito a reembolso sem penalização para consumidor

Home / Advogados Braga / Tribunal decide : Viagem de turismo encurtada em dois dias dá direito a reembolso sem penalização para consumidor

O Tribunal da Relação de Lisboa reconheceu o direito a reembolso, sem penalização, a consumidor que viu diminuído em dois dias a viagem de férias contratada para oito dias.

Encurtar em dois dias uma viagem de turismo organizada  com duração contratual  de 8 dias resulta em rescisão por justa causa do cliente e reembolso das quantias despendidas em contrato de viagem.

O Acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa – processo n.º 28440/17.9T8LSB.L1-6, de 10/10/2019, confirma decisão de 1.ª Instância que determinou que, tratando-se de uma viagem de longo curso, programada para um período temporal não superior a oito dias, e realizada por uma família acompanhada por crianças, o respetivo encurtamento por dois dias é uma alteração essencial do programa. Deste modo, o coletivo de juízes reconheceu e confirmou o direito à livre rescisão do contrato de viagem, com justa causa por parte do cliente, por força do regime consagrado nos artigos 24.º a 25.º do Decreto-Lei n.º 61/2011, sem qualquer penalização, e com direito a reembolso das quantias despendidas.

Saiba mais:

http://www.dgsi.pt/jtrl.nsf/33182fc732316039802565fa00497eec/24f895fd58f5b635802584970044c85c?OpenDocument

 

N-Advogados
Solidez. Confiança. Resolução. Credibilidade
Advogados. Braga. Porto. Lisboa. Funchal. Portugal
Advogados. Angola. Moçambique
Lawyer. Portugal. Angola