Loading...

Empresas a encerrar este ano quase duplicam em relação a 2017

Home / Notícias / Empresas a encerrar este ano quase duplicam em relação a 2017

Até outubro encerraram 22.166 empresas. Serviços, comércio e construção lideram. Mas as insolvências e os PER estão a diminuir.

O fecho de empresas é praticamente o dobro em relação ao ano passado, apesar do número de insolvências e de submissões ao Processo Especial de Recuperação (PER) estar a diminuir. Até outubro encerraram 22.166 empresas; em 2017, no mesmo período, tinham fechado 11.504. Lisboa e Porto lideram, em números absolutos, esta realidade. Serviços, comércio e construção são os sectores mais afetados.

E a que se deve, então, o aumento extraordinário no fecho de empresas?

  1. À crise dos últimos anos, cujos efeitos ainda se arrastam;
  2. À criação de empresas muito acima do crescimento da economia, o que faz acreditar que muitas não têm condições de sobrevivência;
  3. Às questões meramente administrativas, já que o Estado parece estar a prestar mais atenção às regras que ditam que empresas sem atividade devem ser dissolvidas;
  4. Fatores diversos.

As insolvências estão a cair mais de 10% e os PER quase 40%.