Loading...

Emprego em Portugal

Home / Notícias / Emprego em Portugal

Emprego em Portugal

Contado em duas dúzias de pontos atualizados

  1. A economia portuguesa cresceu 2,5% em 2017;
  2. Há 4.800.000 cidadãos empregados;
  3. A taxa de desemprego é de 6,7% e tem vindo a decrescer há 28 meses;
  4. A taxa de desemprego média na UE a 28 é de 7,3%: a Espanha lidera com 15,2% e o Reino Unido termina a lista com 4,2%;
  5. O desemprego jovem em Portugal entre os 15 e os 25 anos é de 19,4%;
  6. Dos 330.587 desempregados inscritos no IEFP, apenas 50% auferem subsídio de desemprego;
  7. Mais de 50% dos desempregados estão-no há mais de um ano, a maioria por terem baixas qualificações e / ou idade avançada;
  8. Licenciados desempregados temos 68.000;
  9. Desempregados com ensino secundário são 140.000;
  10. Desempregados com ensino básico são 198.000;
  11. Apenas 15,8% dos licenciados têm sido retirados do desemprego através das ações promovidas pelo IEFP;
  12. O valor médio do subsídio de desemprego é de 460,00€ / mês;
  13. O tempo médio no desemprego dos profissionais licenciados é de 15 meses, com ensino secundário é de 19 meses e com ensino básico é de 29 meses;
  14. 50% da população ativa detém apenas o 9º ano de escolaridade e só 18,5% tem um curso superior;
  15. Na UE, a média de licenciados na população ativa é de 28%;
  16. PIB per capita é de 21,960,00€ / ano;
  17. As exportações representam 42,5% do PIB (percentagem que tem vindo a crescer sucessivamente nos últimos anos);
  18. 50% da população empregada aufere menos de 8.000,00€ brutos / ano;
  19. Salário mínimo nacional é de 580,00€ / mês, valor que é auferido por 23% dos empregados em Portugal;
  20. Salário médio mensal dos trabalhadores por conta de outrem é de 986,00€ brutos / mês;
  21. Cerca de 50% do salário médio mensal auferido nos países da EU é de 1.995,00€ brutos / mês;
  22. A taxa de emprego dos profissionais entre os 55 e 64 anos é de 52,1%;
  23. A taxa de emprego dos profissionais com mais de 65 anos é de 18,2%;
  24. Estima-se que existam 2,2 milhões de portugueses residentes no estrangeiro.