Arbitragem

O recurso à arbitragem como meio alternativo de resolução de litígios regista, quer a nível nacional quer internacional, um grande incremento nos últimos anos. Hoje, afirma-se como uma solução privilegiada e eficaz para resolver alguns tipos de disputas.

A N-Advogados dispõe de uma equipa especializada e vocacionada para a arbitragem, apta a assegurar quer a representação de clientes em processos arbitrais quer a exercer a função de árbitro em processos envolvendo partes terceiras.

Os nossos advogados e consultores aconselham sobre a formulação, interpretação e aplicação de cláusulas arbitrais, bem como efetuam a gestão de litígios e riscos em matéria arbitral, mesmo que em causa estejam litígios que oponham partes com origem em diferentes jurisdições e sujeitas a diversos ordenamentos jurídicos.

A capacidade de atuação da nossa equipa abrange a instauração de providências cautelares e processos judiciais que sejam conexos ou estejam relacionados com procedimentos arbitrais.

A N-Advogados dispõe de condições para acompanhar arbitragens domésticas e arbitragens internacionais no âmbito da CCI – Câmara de Comércio Internacional, do Tribunal Arbitral Internacional de Londres, do Chartered Institute of Arbitrators (CIArb), bem como no caso de arbitragens ad hoc sujeitas ao Regulamento da UNCITRAL / CNUDCI.

Vários membros da nossa equipa foram admitidos como membros da CCI – Câmara de Comércio Internacional, do Chartered Institute of Arbitrators (CIArb) e do Club Español del Arbitraje (CEA).

Notícias

Dia Mundial de Resolução de Conflitos
15, Outubro

Instituído em 2005, o Dia Mundial de Resolução dos Conflitos celebra-se anualmente

Ler notícia
Webinar Convenção de Arbitragem
22, Julho

Nuno Albuquerque, advogado e sócio fundador da N-Advogados, participará já no próximo

Ler notícia
Arbitragem necessária nos conflitos de consumo
22, Agosto

Consumidor que optar por recurso a centro de arbitragem de conflitos de consumo garante arbitragem necessária ou mediação em conflitos de consumo de reduzido valor económico (até 5.000€).

Ler notícia